Aprenda a pagar o IPVA atrasado com cartão de crédito

Saiba como ficar em dia com o IPVA em um passo a passo simples, rápido e objetivo.

Ter um veículo é ter gastos. Um deles é certo e tem cobrança anual: o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Embora sua previsibilidade deveria garantir organização das finanças ao longo dos meses anteriores para o pagamento, nem sempre é o que acontece com milhares de brasileiros. Assim, o pagamento do IPVA com atraso ou a transformação daquele débito em dívida são cenários bastante comuns no país. Quem já passou ou está passando pela situação de ter o IPVA atrasado conhece bem os riscos que corre e tenta fazer o possível para regularizar a situação.

Mas nem sempre a solução é fácil. Muitas vezes há necessidade de privilegiar outras obrigações financeiras em detrimento do pagamento do imposto, como contas de serviços básicos para a casa ou compra de materiais escolares. Isso acontece não apenas pela desorganização financeira, mas por motivos como perda de fonte de renda, desemprego ou gastos inesperados e urgentes no meio do caminho. Desta forma, o pagamento do imposto é deixado de lado e não há previsão de pagamento.

O que é o IPVA?

O imposto é obrigatório para todo proprietário de veículo e sua cobrança acontece de forma anual. O valor do IPVA varia conforme modelo e ano do veículo. A cobrança é de responsabilidade de cada Estado e todos têm certa liberdade para definição das formas de recebimento do recurso, como descontos no pagamento integral e parcelamento.

A arrecadação, embora feita pelas Fazendas Estaduais, tem dois destinos: um para investimento pelos próprios Estado e outro repassado ao município de emplacamento de cada veículo. Em ambos casos, os valores devem ser utilizados em benefício da população, com investimentos em áreas como saúde, educação e segurança, não necessariamente ou exclusivamente em ações relacionadas ao trânsito.

Quais os riscos de ter o IPVA atrasado?

Quem não paga em dia o imposto está sujeito a algumas sanções. A principal e que mais gera temor nos devedores é a apreensão do veículo. Normalmente a apreensão não é feita pelo atraso no pagamento, mas pelo fato de que o atraso pode impedir o licenciamento anual e, portanto, a legalização do veículo.

Outro problema no atraso é o pagamento com juros e multas. Se o veículo for aprendido, o proprietário ainda tem os gastos com as diárias do período que ficar nos pátios. Há, ainda, a inscrição do débito na dívida ativa. Nestes casos, o contribuinte ainda é afetado de outras formas, como o impedimento para prestar concursos públicos. Por fim, há o risco de perder o bem quando realizada cobrança judicial.

Como pagar o IPVA atrasado?

Mesmo que as contas estejam desorganizadas no momento, já é possível regularizar a situação do IPVA e evitar todos os transtornos que o débito pode causar. Para ficar melhor, o contribuinte pode quitar a dívida e, ainda, parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito. É o que permite o Deixaqueeupago, fintech que democratiza o acesso ao pagamento de contas com juros baixos. Entre todas as contas que podem ser pagas pelo sistema está o IPVA.

O processo é realizado de forma totalmente online e segura. Por operar de forma online, os juros são os menores possíveis, variando de 2,99% a 5,99% ao mês. O contribuinte deve apenas enviar o boleto de pagamento do IPVA, aguardar o retorno com a proposta de quitação e parcelar em até 12 vezes o valor em até três cartões de crédito. Confira a seguir o passo a passo para pagar o IPVA atrasado com cartão de crédito.

1 – Consultar o débito

Verifique o valor atualizado do IPVA que está com atraso e solicite o boleto para quitação. Em alguns casos pode ser possível realizar a renegociação da dívida, mas isso não é regra. Abaixo estão os links dos Detrans de cada Estado. Basta clicar e localizar a seção correspondente à consulta de débitos dos veículos.

Acre
Alagoas
Amapá
Amazonas
Bahia

Ceará
Distrito Federal

Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso

Mato Grosso do Sul
Minas Gerais
Pará
Paraíba

Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Rondônia
Roraima
Santa Catarina
São Paulo
Sergipe
Tocantins

2 – Enviar o boleto

Com o boleto para quitação do débito em mãos (ou já em versão digitalizada), basta acessar o site www.deixaqueeupago.com.br, fazer o cadastro e seguir as orientações para o envio da conta para análise. Tudo é muito fácil e a qualquer momento o contribuinte pode tirar dúvidas por meio do atendimento via chat. Também é possível realizar apenas uma simulação.

3 – Aguardar a proposta

Neste momento, a equipe realiza uma análise para apresentar a melhor proposta. Ao final, a proposta é enviada ao contribuinte, que pode aceitar imediatamente ou entrar em contato para novos esclarecimentos.

4 – Ficar em dia com o IPVA!

Aceitando a proposta, o débito é quitado na hora pelo Deixaqueeupago e o contribuinte deixa de ter a dívida. Com isso, o automóvel está legalizado ou pode ser levado para a vistoria, dependendo das especificações de cada Estado. O importante é que IPVA atrasado deixa de ser um motivo de preocupação. Enquanto isso, o contribuinte escolhe em quantas parcelas deseja pagar e o valor dividido estará nas faturas dos meses seguintes do cartão de crédito.

Colocar o IPVA em dia, parcelando no cartão de crédito, já é uma realidade para contribuintes de todos os estados do Brasil. Com o imposto em dia e o veículo legalizado, não há motivos para preocupação, principalmente para quem depende do veículo diariamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s